Auxílio Emergencial: 

veja as regras para nova rodada do benefício. Governo entregou duas MPs ao Congresso que detalham as regras para recebimento do benefício. Serão pagas quatro parcelas, de abril a julho.

O governo federal entregou ao Congresso duas MPs editadas para detalhar as novas regras para o recebimento do auxílio emergencial em 2021.

Haveria uma solenidade hoje, às 17h,  para entrega dos documentos, mas ela foi cancelada após a notícia de falecimento do senador Major Olímpio (PSL).

De acordo com as MPs, serão pagas quatro parcelas, de abril a julho, como já havia sido adiantado, com valores de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família. A nova rodada do auxílio emergencial é limitada a uma pessoa por família.

Os valores serão pagos da seguinte forma:

  • R$ 150 para quem mora sozinho
  • R$ 250 para famílias com mais de uma pessoa e que não são chefiadas por mulheres
  • R$ 375 para famílias chefiadas por mulheres

Segundo o governo, 45,6 milhões de famílias serão contempladas nessa nova rodada. São  R$ 43 bilhões destinados ao auxílio emergencial 2021, sendo distribuídos da seguinte forma:

  • R$ 23,4 bilhões serão destinados a pessoas já inscritas em plataformas digitais da Caixa (28.624.776 beneficiários),
  • R$ 6,5 bilhões para integrantes do Cadastro Único do Governo Federal (6.301.073 beneficiários)
  • e outros R$ 12,7 bilhões para atendidos pelo Programa Bolsa Família (10.697.777 beneficiários)

A Caixa Econômica Federal continua responsável pelos pagamentos do benefício, por meio do aplicativo Caixa Tem. Beneficiários do Bolsa Família receberão conforme o calendário do programa.

FONTE:  www.contabeis.com.br

(11) 12345-2362

FALE CONOSCO

Através do telefone ou diretamente via WhatsApp, clicando no botão abaixo.